quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Belo Desastre, minha paixão retornou.


  Meu mundo parece uma esquina mau iluminada, você longe e esse frio percorrendo um canto escuro onde antes havia um coração. Eu era amado por você era possuído por você, eu irradiava calor graças aos seu sorrisos abraços e promessas. Ah! as promessas, aquelas nunca cumpridas. 

  Agora descalço no meio da madrugada eu penso o que poderia ter sido diferente, e percebo que nada. Nada era bom o suficiente, você sempre mereceu o melhor, e o melhor não era eu. Mesmo juntos ou separados tudo parecia que ia explodir, não eramos bons uma para o outro. Cada um tinha a cura para a doença do outro e também tinha o vírus para passa-la novamente. Era um circulo vicioso, uma infinito maluco, de dor, de amor, de paixão e de muito complicação. 

  Tudo tomou conta do meu ser, menos a noticia de estar ao seu lado para sempre, eu sabia que isso nunca iria acontecer, me contive todas a vezes que achei que cairia do abismo chamado perda. Não direi nada há você, sua decisão foi tomada, só queria poder dizer que mesmo com o coração perdido, partido, e corrompido. Eu ainda te amo, mais que todos, mais que tudo, mais que minha própria mãe.
  Porra Beija-flor, o que estamos fazendo? Eu te amo. 

- Memórias escritas das noites em que Travis passou sozinho e solitário longe de Beija-flor. 


sábado, 27 de julho de 2013

Amor tenho de sobra, e defeitos também.







Todas as vezes que há uma tempestade entre nós eu vejo o quanto machuca os dois. 
Palavras atiradas nos momentos, olhares de mágoas e lágrimas de dores. 
Mas mesmo com isso a gente sabe o que é amar. 
Estamos juntos e sempre estaremos. 
Nós dois sentimos isso, podemos enfrentar qualquer tempestade.




  





Qualquer pergunta sobre a vida, sabemos juntos que a resposta é 42. 
Que nem mesmo Marja e Mike saberão de nossa estrada como sabemos. 

Como Clementine e Joel: "Faça tudo em nome do amor, menos esquecer", nó iremos fazer.







Bem, eu já disse que não tenho como explicar o que sinto por você, mas todos os dias te digo, mostro e demonstro um pouquinho do que sinto. Me desculpa por todas as coisas que faço e te deixa chateado. Me desculpa por ter defeitos que não são suportáveis. Sei que apenas desculpas não resolvem, mas eu sou tão perdida que nem mesmo consigo achar uma solução pra isso. Mas sinto-me forte por ter você do lado, e sei que acredita que tudo pode mudar, se não, não estaria mais comigo.



 
Eu te amo 
Sem igualdade 
Sem fronteira 
Sem limite
Sem finito
Sem palavras
Sem números
Sem regras 
Sem crises
Sem luz
Sem escuridão
Sem o sim e o não. 

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Espero todos os dias "Gankar" suas expectativas.


  Todos os dias acordo e a primeira coisa que procuro é minha aliança no meu anelar, me sinto aliviada de saber que está lá seguro. Espero ansiosa a cada minuto por suas mensagens, mesmo as mais bobas. Você não sabe o quanto me deixa feliz essas pequenas coisas.
 
  Me sinto envergonhada todas as vezes que não consigo ficar em sã consciência do seu lado, quando percebo já perdi todo o senso e estou agindo como uma boba, como uma pata. Espero que isso nunca te assuste, é meu jeitinho que tento segurar só pra mim. Meu dia é resumido há você, tudo que penso tento ligar à algo em você. Acho que não teria graça acordar cedo e tomar um café sem pensar "será que ele ainda está dormindo?".
  Revejo sempre e sempre todas as coisas que me fizeram ficar tão fascinada por você. Sua forma de portar, como posso dizer, você me passa uma segurança incrível. O jeito como me olha não tem explicação, sinto muitas coisas ao mesmo tempo, acabo até por ficar tonta.A maneira como sorri, são muitas e já sei todas. O jeito que fica bravo, é um pouco assustador mas mesmo assim é incrível o quanto eu aprendo quando me repreende. 

   
Já vi você dormir várias vezes, e você é tão lindo, fofo dormindo. 

   Sonho com nosso futuro junto, por que eu sou uma sonhadora, sou uma garota, e como tal quero sonho com uma vida incrível ao lado de quem amo. Me desculpe se sou tonta de vez em quando, ou boba demais, ou alegre demais ou até mesmo fora de si.

   Acho que por gostar tanto de você acabo não sabendo o que fazer, o que dizer e como pensar. Sempre quero o melhor pra você e as vezes não sei como fazer isso. Estou aprendendo mesmo que seja devagar o que devo fazer, paciência. 

   Espero logo logo, ser aquela namorada que você sempre sonhou. Espero todos os dias "Gankar" suas expectativas. Queria poder fazer mais do que isso, queria te amar mais do que me é permitido, mas sou humana e não tenho como expressar o que sinto.
 
   
    Um dia talvez consiga te mostrar o tamanho do meu amor por você. Talvez um dia eu consiga dizer claramente com todas as palavras do dicionário o que sinto por você. 
    Mas até lá espero que esteja do meu lado, esperando ansiosamente o que eu tenho de melhor. 
    E eu só consigo ser eu mesma e me melhorar por que você está do meu lado.
    No momento as únicas palavras que descrevem o mais próximo do que sinto por você é:

"Eu Te Amo"

sábado, 13 de abril de 2013

Te perder, é meu maior medo.

Sinto falta de sentir tudo o que sentia antes, de dizer "eu te amo" sentido que era o momento. 

Não consigo mais dizer "eu te amo". Está aqui, engasgado, eu sinto que te amo, mas as simples palavras não saem, o por que disso eu não sei. 
Estou insegura, sei que me ama, mas um medo anda crescendo aqui do meu lado. Antes era pequeno eu nem ligava, mas com varias coisas ditas, varias coisas vistas, varias coisas sentidas, ele começou a crescer. E agora esta maior que eu, está todos os dias no meu ouvindo dizendo coisas que me assombram, ele vive a espreita me deixando assustada. 
Eu não tenho te contado sobre ele com medo de me achar boba, com medo de se estressar, com medo de perder você por uma coisa que pra você eu sei que é pouca. E todo esse medo está fortalecendo ele. 
Todas as noites eu choro com os sussurros dele. Ele ri de tudo, ele diz coisas horríveis  Ele é insuportável, estou tentando ser forte mas esta incontrolável. 

Meu maior medo agora é te perder. E isso o esta deixando forte.
Desculpa não ter te contado das minhas preocupações.
Desculpa não te contar das lágrimas que tenho deixado cair todas as noites. 
Desculpa por não pedir sua ajuda.
 

Mas sabe, a unica coisa que me mantém forte, 
que não deixa eu ceder á esse monstro que está do meu lado, é o seu abraço.
A sua presença, o seu amor, que eu sei que está aqui, 
é a unica coisa que me faz sorrir. 
Então eu decidi por mim mesma, que seu amor será meu escudo, 
e que não serei derrotada por isso.
Sei que se você estiver do meu lado eu posso ser forte.
Eu posso conseguir tudo.
Eu posso sorrir.
Eu posso ser feliz.
Por isso, por todos os "eu te amo" que esse medo está me fazendo guardar, eu te digo...
Fique do meu lado, seja só meu, me deixe ser só sua , você é tudo pra mim, 
então me aceite como tudo pra você ? 



Falta...

Muitas lágrimas no caminho, até pareciam uma chuva passageira  mas eram apenas lágrimas, algumas repletas de dor e amargura, outras repletas de alegria, outras por simples cansaço. Hoje me pergunto por onde andei, por onde passei, pelos caminhos que percorri. Aventureira eu fui, entrei em cidades desconhecidas, me misturei com pessoas estranhas, e tentei de todas as maneiras me encontrar. Andei por caminhos pedregosos, por lugares inimagináveis, e eu ainda não havia me encontrado.





O que eu estou procurando?

O que eu quero realmente?

Eu sinto falta do que?

sexta-feira, 29 de março de 2013

Não se engane comigo, cara.

Seria tão perverso da minha parte esperar que você sofra. Na realidade não, eu gostaria muito de lhe ver mal, machucado, chorando com cicatrizes que jamais seriam curadas. 


Não é correto.
Sempre sou correta, queria um dia, uma semana, um mês poder correr, gritar, xingar e mostrar que não sou sempre boazinha.


Ah, como eu queria te mostrar o quanto posso ser feroz, mais feroz que um leão atrás de uma gazela, mais veloz que um guepardo, mais observador que uma águia, mais silencioso que uma cascavel, mas amedrontador que uma tarantula.
Mas você só vê meu jeitinho meigo igual ao de um koala, minha quietude igual a de uma preguiça, minha doçura igual ao de um coelho branco, meu olhos cheios de ternura iguais a de um gato.


Que sinto inveja.
Que tenho raiva.
Que posso dar medo.
Que posso gritar e te assustar, como se eu rugisse igual a um leão. 
Mas isso não seria o certo. 
Cansada de mostrar o certo, esconder o errado, 
de controlar o mal, e deixar o bom por fora. 
Cansada de guardar a raiva. 
Cansada de não poder gritar, 
de poder rasgar esse plastico que me sufoca chamado medo, chamado decência.

Ah, você não deveria se enganar comigo. 
Não deveria mesmo, cara. 


sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Algo falta, algo não esta certo.


As estrelas brilham. A lua brilha, olho para eles e nada sinto.
Algo falta, algo não esta certo. 
A brisa fria vem na minha direção e acaricia meu rosto. Está frio. 


Algo falta, algo não esta certo.
Agora estou em minha cama, olho para a escuridão do meu quarto.
Algo falta, algo não esta certo. 
Me envolvo nas cobertas, tentando me aquecer contra o frio da madrugada.
Algo falta, algo não esta certo.


Naquela noite eu sonhei, um sonho bom, não lembro dele inteiro, mas vou tentar descrever o melhor possível. 
"Lá estava eu sentada em um banco, em uma praça, em um uma tarde, acho que era em um sábado. Esperava algo, mas não sabia o que, estava com um livro nas mãos, as paginas estavam em branco e não entendia o por que disso. O sol brilhava lindo e majestoso, uma brisa suave fazia o calor ser agradável, estava bem pra mim passar o maior tempo possível assim. Mas por alguma razão vinha a mesma frase de antes na minha mente repetidamente: 
Algo falta, algo não esta certo." 


Acordei. Triste.
Sonho estranho, não dei importância. 
Comecei meu dia normal como todos os outros, a mesma rotina tediosa de sempre. 


Mas algo mudou. 
Você apareceu. 
Quando me dei conta, estava pensando em você. Pensando em que estava pensando, como sou boba. Estava com saudades mesmo morando na mesma avenida que a minha, estava louca pra te encontrar. 
Agora a frase fazia sentido, como pude não entender.
 
Algo falta, algo não esta certo.
 
Faltava você, nada era certo sem você.
O livro com paginas em branco era minha vida sem você. 


Hoje com caligrafia ruim, linhas tortas, desenhos nada profissionais, ele esta repleto. 
Você apareceu e me tirou daquilo que antes era uma monotonia. Me mostrou o que faltava, e preencheu o que estava antes vazio. Você veio e me mostrou que a brisa do sábado a tarde não era o toque mais gostoso do mundo, que o toque mais gostoso do mundo era da sua mãos. Que o cantar dos pássaros não era a melodia que eu procurava, e sim a sua voz. 


Agora, lembra quando eu disse que eu olhava as estrelas e a lua 
e que nada sentia mesmo com o seu brilho fascinante? 
Não sentia nada, por que o brilho que eu procurava, está em você.



quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Me Acompanha ?



Aquele jeito, aquele cheiro, aquele toque. Nada mais do que aquilo pode me tirar da sina, pode mudar meu andar, pode me deixar sem folego. É só o teu jeito menino de ser, a tua molecagem que sai por todos os lados. Pode ser o sorriso perfeito, pode ser o jeitinho de andar, ou como me abraça, ou até o olhar sem nada a dizer. Nunca consegui decifrar de onde ver esse verbo, de onde vem essa magica, não sei explicar como o seu olhar hipnotiza e muito menos como eu posso não conseguir te olhar de pois de tantos segundos.

Seu toque me joga contra a parede, um arder passa pela espinha, a respiração fica fora de controle, nada mais faz sentido, a unica coisa é que quero você e isso se torna cada vez maior, esse desejo pelo seu toque, pelo seu beijo, pelo seu cheiro, pelo seu sorriso, pelo seus olhos nos meus.



O desejo aumenta e um sinfonia toca, minha mente sai do controle e não vejo nada, suas mãos percorrem meu corpo, da espinha passam pela minha nuca e o arrepio vem junto, uma sensação de poder mais, uma sensação sem explicação.





Suas mãos tão calorosas, ah. 
Suas mãos tão carinhosas, ah.




Começamos a dançar conforme a musica, você me conduz em uma melodia tão boa, tão incomum  tão parecida com nós. Me abraça apertado e não solta. Beijos rolam da ponta de minha orelha ao pescoço, nada mais faz sentido, só quero estar em seus braços, só que estar assim ao seu lado. Não me importo com o que venha depois, não vejo nada além do agora. Os arrepios aumentam e tudo entorpece, estou grogue de amor, estou repleta de calor, estou com você. Tudo passa em câmera lenta, nada parece real, seus olhos nos meus, os beijos incessantes, o carinho quente, o toque.






Ah! 
O seu toque, ele é tão calmo. 
Tão cuidadoso.
Tão quente.
Tão viciante.










Você me vicia, sua presença me vicia, você me tira do eixo e eu não quero voltar. Não quero te deixar ir, me abraça forte e não sai. Fica aqui sempre nesse momento, esquece do resto, esquece da hora, esquece que tem um amanhã, não precisa ir embora. Fica aqui, do meu lado, por que você é meu pró e o meu contra, você é o que preciso.


Queria ficar nessa dança lenta pelo resto da minha vida.
Me acompanha?




PS:  Escrevi esse texto enquanto escutava a música Something in The Way - Nirvana ♪

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Eu, apenas eu.

  Minha maneira, meu jeito, meu ser parece ter algo que eu mesmo não acredito que possa existir em mim.
  Amigos, todos de alguma maneira vão indo embora lentamente. As vezes não me dizem o motivo. As vezes tentam esconder mas não conseguem. E tem aqueles que vem e me dizem o motivo de cara.
  Não sou nada especial, não sou a ultima estrela do universo, nem mesmo uma estrela cadente. Não sou a Princesa que você resgata no final do jogo. Não sou aquela atriz que todos desejam. Não sou alguém importante. 



Sou só eu, sou só uma garota, uma criança. 
Sou uma menina, uma mulher, mas sempre eu. 
Não entendo, não mesmo. 
Amigos não vão embora, eles não deveriam ir.


segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Para quê?





Do que adianta você ser sincera?
Do que adianta você mostrar o quanto ama alguém?
Isso não é suficiente?
Não é suficiente mostrar que ama, mostrar o que sente, ser compreensiva, ser sincera, dizer o que pensa e aceitar o que o outro pensa, não é suficiente?
Tento ser assim, vivo de lemas e ditados, minha vida, minha personalidade são baseada em frases que aprendi ao longo do caminho, tento ser o melhor, nunca me corromper com o podre.




Os três lemas mais importantes da minha vida são:

"Preze a amizade acima de tudo."
"Mostre, e demonstre o quanto ama, pois uma hora pode ser tarde demais."
"Melhor a dor da sinceridade, do que a dor da mentira."

Minha vida é baseada em leis que eu mesmo construí  Sou sincera e isso não vou mudar, sou amiga e isso vem de mim mesma. Vou estar do seu lado sempre não importa quantas pedras atire em mim. 
A pergunta que vem me assustando, o medo que vem crescendo dentro de mim, é que mesmo que eu ame, mesmo que eu demonstre, mesmo que eu aceite, ainda não é o suficiente.
Marcas me assombram, memorias me dão medo, cicatrizes nunca irão embora eu sei.
Só gostaria que isso terminasse, essa insegurança, essa dor boba, esse medo da solidão.
As vezes isso seja parte de mim.
Talvez essa seja eu.  



 
 

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Estou te amando.


Borboletas estão alvoroçadas no meu estomago, todas as noites antes de dormir em penso em você, eu sonho com você, quando eu acordo a primeira coisa que passa pela minha cabeça é se você esta bem, se já esta acordado. 

Quando converso com você me sinto tão tranquila, tão especial, cada abraço seu me deixa sem folego, cada vez que me solta parece que vai demorar eternidades pra volta pros seus braços de novo, quando você esta pra vir eu fico nervosa, atrapalha e não sei o que fazer, quando olho nos seus olhos não sei.
o que dizer?o que falar?o que fazer?
Raciocínio? 
Isso eu não tenho na sua presença. 

Tudo que eu sinto é incomum e também bom. 
Não sei, mas acho que estou te amando. 
E agora?


quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Pertence aos dois.

      
      No mar de lembranças e poesias, a menina mergulha no próprio sorriso, no momento esta caindo em alegria e sente aquele calor, sabe? o calor de algo bom, de algo protetor, ela olha em volta e mãos grossas a envolve. 
    Mãos calorosas e grandes, de um homem  ela tem medo, mas quando vê o sorriso por de trás daquelas mãos vê que é um simplesmente menino, inocente e apaixonado, cheio de amor, o sorriso faz flores aparecerem, o toque dele com sua pele faz formigas andarem, as borboletas saem de seu estomago e são libertadas, risadas, e sentimentos, todos misturados nesse mundo, nesse espaço, que só pertencem aos dois. 

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Acaso.

Já não me conheço mais, você entrou em minha vida como um acaso, agora eu me pergunto se você é o acaso que eu precisava. Me pergunto como do nada você apareceu, na realidade eu deixei você entrar, ou talvez não, você só estava ali o tempo todo. Agora você chegou e fez seu cantinho aqui, arrumou e ficou. Um apego um pouco diferente do que já tive, uma pessoa diferente das que conheço, um sentimento um tanto confuso, mas mesmo assim forte. 


Como posso chamar isso? 

É como se fosse a ultima cereja do bolo, como se fosse o morango vermelho  da torta. Aquele gostinho doce do ultimo pedaço de bolo, o sentimento quente de um xícara de café em um dia nevado, ou até a brisa de verão ao lado do lago. Posso também dizer que o mesmo que ler um livro de piratas e viajar lentamente pelos mares. Um pouco confuso descrever, mas eu tento. Acho que esse meu tentar, esse meu querer de você, é que me deixa tão ligada, tão paranoica, com o medo de que possa ir embora, ou que alguém possa lhe roubar. Como se você um pedacinho de mim, fosse não, você já é. 


Seria terrível se algo te levasse para longe de mim, então me deixa cuidar de você ?
Lembrar de você todos os dias? 
Me deixa saber o que sente? 
Me deixa te lembrar todos os dias que você é meu? 
Peço agora, posso te tornar meu?

Mesmo com esse egoismo, eu peço, posso ser egoísta e ter você todinho pra mim? 
Pode guardar seu abraço pra mim, seu calor só pra mim? 
Pode pegar só na minha mão, dizer palavras bobas só pra mim?

Quero seu calor só pra mim, quero sua mão na minha, seu abraço todos os dias. palavras bobas e gestos tímidos, palavras doces, melodias. 


Me deixa ficar do seu lado ouvindo aquela musica que mais gosta? 
Deixa eu te fazer cafuné enquanto lê aquele livro? 
Me deixa te amar?